Embaixadores da América Latina visitaram EMEL

A convite da EMEL, a Casa da América Latina organizou, no dia 18 de Abril, uma visita com os Embaixadores e responsáveis diplomáticos da Venezuela, Cuba, Paraguai, República Dominicana, Chile, Colômbia, Peru, Panamá, Equador e Brasil. A visita teve o objectivo de apresentar a empresa e os seus sistemas de gestão de estacionamento – alguns dos quais já exportados para países lusófonos, entre os quais Cabo Verde.

“A EMEL tem como missão a gestão da concessão do estacionamento público no Município de Lisboa, integrado no sistema global de mobilidade e acessibilidades, definido pela Câmara Municipal de Lisboa. A construção, gestão, exploração e manutenção de locais de estacionamento público, bem como a elaboração e promoção de estudos e projetos de parques de estacionamento, mobilidade e acessibilidade urbana, são algumas das principais áreas de que a empresa se tem ocupado para melhorar a qualidade de vida dos lisboetas e de quem nos visita”, referiu António Júlio de Almeida, presidente da EMEL. Novas propostas de mobilidade, como car-sharing ou o aluguer de bicicletas (previstos para o Verão), foram alguns dos projectos que despertaram pedidos de esclarecimento por parte dos Embaixadores da Republica Dominicana e Paraguai.

“A taxa de retorno da EMEL para o Município em 2012 foi de 41,2% sobre a facturação e 22,7% sobre o capital”, referiu Júlio de Almeida. Elogiado pelo Embaixador da Venezuela, Lucas Rincón Romero, o Presidente da EMEL esclareceu que os bons resultados obtidos são canalizados para investimentos ao serviço da cidade, para a modernização tecnológica e o desenvolvimento de actividades não lucrativas, mas necessárias e para a melhoria das condições de vida na cidade – nos bairros históricos, túneis rodoviários, cargas e descargas e diversos produtos de mobilidade, como o aluguer de bicicletas.

A visita continuou ao Centro de Controlo Operacional da EMEL, onde foram apresentadas a gestão dos acessos automóveis nos bairros históricos (Zonas de Acesso Automóvel Condicionado) e a gestão operacional da fiscalização na via pública, com a demonstração do Sistema Centralizado de Apoio à Exploração. Em seguida, no Parque do Chão do Loureiro realizou-se uma visita ao edifício multifuncional, incluindo a galeria de arte urbana e o piso de carregamentos eléctricos.

O Embaixador da Venezuela e vice-presidente da CAL referiu a utilidade de estabelecer este tipo de visitas como uma forma de melhorar o conhecimento das empresas portuguesas e também das municipais, sobretudo as que disse serem referências de boa gestão, como a EMEL, cujos projetos podem ser replicados em algumas cidades latino-americanas. “Não podemos falar sobre aquilo que não conhecemos e hoje conhecemos e apreciamos muito mais a EMEL”, concluiu.

Saber mais: apresentação da EMEL

Esta entrada foi publicada em Economia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s