Poesia da América Latina declamada e cantada no CCB

O Centro Cultural de Belém esteve em festa no domingo passado, dia 24 de março, celebrando o Dia Mundial da Poesia, em que Ruy Belo foi o homenageado do ano. A Casa da América Latina participou na festa com várias actividades. Além do convite aos poetas Sergio Nazar David, brasileiro, e Martha Canfield, uruguaia, que deram a conhecer as suas obras, latino-americanos residentes em Portugal aceitaram o desafio de escolher e ler poemas dos seus poetas preferidos. Ouviu-se o português do Brasil nas vozes de Érica Zingano e Luca Argel; o espanhol nas vozes de Marcela Caetano Popoff, Carolina Cázares, Cristina Norton, Elmer Mendoza, Nancy Gomes e Karla Suárez. Mariana Norton e Bruno Santos mostraram um encontro feliz entre música e poesia. Mariana cantou, acompanhada da guitarra de Bruno, um poema da mãe, Cristina Norton, e outro de Chico Buarque.

Além de clássicos como Mário Benedetti, Jorge Luis Borges e Julio Cortázar, descobrimos poetas como Idea Vilariño (Uruguai, 1920-2009), Oliverio Girondo (Argentina, 1891-1967), Gioconda Belli (Nicarágua, 1948), Ana María Rodas (Guatemala, 1937), Patricia Vergara Sanchez (México, 1974), Maria Elena Walsh (Argentina, 1930-2011), Mario Bojórquez (México, 1968), Aquiles Nazoa (Venezuela, 1920-1976), Dora Ferreira da Silva (Brasil, 1918-2006), Angélica Freitas (Brasil, 1973), Marília Garcia (Brasil, 1979), Ricardo Domeneck (Brasil, 1977-), Carlito Azevedo (Brasil, 1961), além do primeiro de todos, o poeta azteca Nezahualcoyotl.

Foi ainda apresentada a primeira antologia de Álvaro Mutis em Portugal, Os Versos do Navegante, organizada por Lauren Mendinueta e com tradução de Nuno Júdice, numa parceria entre a Assírio & Alvim e a Embaixada da Colômbia em Portugal. A curta Luiz Poeta, premiada como melhor curta-documentário Independente no Concurso Caixa de Curtas (Televisão da América Latina, 2012) e no Cine Otro (7º Festival de Cine Politico, Social y Derechos Humanos, Chile, 2013), fechou a tarde. Seu Luiz tem hoje 103 anos e “continua andando e fazendo verso”.

Os nossos agradecimentos são devidos a Lauren Mendinueta, Ana Luísa Amaral, Antonio Sarabia, Mário Quartin Graça, Bruno Benedetti, Fábio Eitelberg, Patrick Torres, Pedro Biava e Rafael Stedile, Ricardo Xavier (TAL), Maria Pinto Basto e restante equipa do CCB. A todos os que participaram, leitores e público, o nosso obrigado.

Segue-se um vídeo com um excerto da música Choro Bandido de Chico Buarque cantada por Mariana Norton, bem como um excerto do poema Búcate plata de Nicolás Guillén, na voz de Karla Suárez:

Esta entrada foi publicada em Artes com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s