Entrevista de Fernando Botero ao Expresso

“Não há nada mais banal do que pintar as coisas como elas são”

“Esta minha Via Sacra não tem nada a ver com as outras. A pintura é pintar o mesmo mas de forma diferente”

“O importante é que a arte seja capaz de tocar pessoas do mundo inteiro”

“Pinto todos os dias, preciso de o fazer”

– Revista do Expresso, 29/12/2012

Esta entrada foi publicada em Artes. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s