Presidente colombiano vem a Portugal assinar acordos bilaterais

[Notícia do Diário de Notícias] Com o foco nos negócios Juan Manuel Santos traz empresários das infraestruturas da banca e transportes entre outros.

O Presidente da Colômbia Juan Manuel Santos vem a Portugal numa visita de Estado de dois dias 14 e 15 trazendo na bagagem a assinatura de acordos bilaterais nas áreas da educação aeronáutica segurança e dupla tributação. Germán Barragan embaixador
da Colômbia em Portugal explicou ontem num encontro com jornalistas que o Presidente chega a Lisboa dia 13 à noite tendo no dia seguinte uma agenda que inclui a visita ao Palácio de Belém, um encontro com líderes empresariais portugueses, a visita à Câmara de Lisboa e a inauguração da exposição do pintor colombiano Fernando Botero.

O dia 15 inicia se com um encontro com Pedro Passos Coelho e vários empresários e instituições, seguindo-se a visita à Assembleia da República e a assinatura dos vários acordos de cooperação. Com o Presidente vêm três ministros: Relações Externas, Comércio Indústria e Turismo e Transportes e Obras Públicas, e um grupo de empresários das áreas das infraestruturas, banca, transportes e zona franca.

O embaixador revela que irá ser assinado um novo acordo que facilitará as ligações aéreas entre Lisboa e a capital colombiana, Bogotá. Quanto à segurança o acordo traduz-se na troca e partilha de infor mação e experiências ao nível da assistência judiciária, prevenção e combate ao narcotráfico e crime organizado. Na educação o acordo prende se com a adoção de títulos académicos.

Esta visita acontece numa altura em que a empresa colombiana Avianca detida pela Synergy Aerospace surge interessada na privatização da TAP e da ANA. Mas a Colômbia é segundo Germán Barragan também um mercado apelativo para Portugal, com 49,6  milhões de habitantes, a classe média a crescer e a aceitação de produtos made in Portugal
que vão do azeite vinho e têxtil à cerâmica. A 28º maior economia do mundo e a 4º da América Latina ajustada à paridade do poder de compra tem até para os empresários portugueses, sobretudo PME, incentivos ao investimento.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Economia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s