Vice-ministro do Panamá diz que país pode ser “o hub logístico das Américas”

A AIP-Feiras, Congressos e Eventos, a Embaixada do Panamá em Lisboa e o ProInvex-Panama Trade & Investement Agency, com a colaboração da Casa da América Latina, da Aicep Portugal Global e do IPDAL, organizaram no dia 15 de Outubro um encontro de networking empresarial intitulado “Panama Business Day – Lisboa”, que contou com as presenças do vice-ministro do Comércio Exterior do Panamá, José Pacheco Tejeira, do Cônsul Honorário de Portugal no Panamá, Edwin H. de Sousa Vieira, e de responsáveis da ProInvex.

Esta sessão incluiu-se num ciclo de palestras e encontros com empresários organizado pelo Governo do Panamá, com o objectivo de potenciar as oportunidades de negócio existentes naquele país em sectores como a construção, a energia, o turismo, os serviços marítimos, serviços financeiros e serviços logísticos.

Dirigida aos empresários portugueses, o seminário propôs uma visão detalhada do clima de negócios e investimento no Panamá, bem como das oportunidades de negócio e parcerias bilaterais a estabelecer no futuro.

“O Panamá investe na modernidade, apresenta vantagens legais, incentivos ao investimento estrangeiro e uma estabilidade jurídica, qualidades mais que suficientes para que os empresários portugueses o considerem nas suas opções de internacionalização. Dou como exemplo, para o sector da construção, além da ampliação do Canal do Panamá, uma carteira de obras impressionante, seja em obras como o metropolitano ou a construção e renovação da infra-estrutura rodoviária do país”, referiu Federico Richa-Humbert, embaixador do Panamá em Lisboa.

Manuela Júdice, Secretária Geral da Casa da América Latina, exaltou a relevância da iniciativa e a presença de um número tão elevado de empresários presentes. Destacou ainda o trabalho de 15 anos da CAL em prol da divulgação da cultura latino-americana e a incursão recente nas actividades económicas e empresarais, com a celebração no ano passado do protocolo com a AIP-CCI e AIP-FCE, e com diversas iniciativas programadas em todo o país, que demonstram que a aposta nos novos mercados latino-americanos é cada vez mais uma alternativa e uma aposta eficaz.

“O investimento estrangeiro no Panamá é o mais elevado per capita da América Latina e tem espaço para crescer. O Panamá tem capacidade para ser o show-room, uma plataforma, para todos os empresários que queiram investir na América Latina, o hub logístico das Américas”, sublinhou José Pacheco Tejeira.

A propósito da relação Sines/Canal do Panamá, Lídia Sequeira, presidente do conselho de administração Porto de Sines, esclareceu que “já existe uma ligação regular por semana entre Sines e Vancouver e prevê-se, com o alargamento em 2014, explorar outras formas de cooperação”.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Economia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s