Programa “O Tempo e o Modo” entrevista hoje Lucrecia Martel

Data: 24 de maio (hoje) às 23h30
Local: RTP2

Nasceu em 1966, em Salta, Argentina. Estuda Cinema e Ciências da Comunicação em Buenos Aires. Enquanto realizadora integra-se naquele que é conhecido como o Novo Cinema argentino.

Para Lucrecia Martel, o cinema consente um olhar mais curioso do que vedado por
preconceitos. Lucrecia pensa o cinema como uma forma de acesso ao real, como um modo de questionar a nossa perceção da realidade, sendo pelo cinema que esta adquire significado.

Neste sentido, o cinema devolve-nos uma abertura ao mundo que se perdeu com a
socialização ou com outros sistemas de modelação que influenciam a nossa forma de entender e sentir a realidade.

Assim, o cinema possibilita também um olhar político sobre o mundo, permitindo-nos voltar a ver o que é evidente mas que esquecemos ou escolhemos esquecer. A nossa perceção é moldada, com a anuência de todos, por uma versão da história. Contudo, a humanidade tem mais cambiantes do que aquelas que nos oferece a visão contemporânea de um mundo global.

Para Lucrécia Martel, a essência da vida não é abarcável e o cinema permite-nos justamente olhar para essa transcendência que é, afinal, diz Martel, parte de nós mesmos.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Artes. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s