CAL mostra imagens de exposição sobre a cegueira no México

A Casa da América Latina e a Embaixada do México inauguraram, no passado dia 2, na Fundação Champalimaud , a exposição de fotografia Habitar a Escuridão, de Marco António Cruz, um exemplo da complementaridade exemplar entre cultura e a ciência. Neste ensaio sobre a cegueira,  temos a oportunidade de conhecer o trabalho de um dos maiores fotógrafos documentais mexicanos, cuja sensibilidade social foi determinante na escolha do seu objecto, a dimensão social e humana de uma doença.

Por outro lado, é da maior importância a apresentação desta exposição no espaço da Fundação Champalimaud, prova do seu compromisso com a qualidade de vida das pessoas afectadas pela cegueira, bem como do seu investimento em investigação científica, sendo de destacar a existência do Prémio António Champalimaud de Visão, destinado às realizações científicas excepcionais no campo das doenças e distúrbios da visão, muito especialmente nos países em desenvolvimento.

A exposição termina a 23 de maio.  Na área de multimédia do site da Casa da América Latina estão disponíveis fotografias da exposição.

Esta entrada foi publicada em Artes. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s